miércoles, 10 de octubre de 2012

UMA LOUCURA

UMA LOUCURA

Ao te despir, querida, uma loucura
Invade meu desejo e faz audaz
Este roçar que veio com ternura
Ferocidade intensa já se faz.

Insano mas decerto com brandura
Esta vontade fica mais voraz
A tua silhueta, me tortura
Somente o teu prazer me satisfaz...

Tocando tua pele com tesão.
Adoço minha boca no teu mel,
Amor que se desnuda em tentação

Galopa toda noite rumo ao céu.
Vencido pelo fogo de um vulcão,
Repito toda noite em carrossel...

MARCOS LOURES

No hay comentarios:

Publicar un comentario