miércoles, 10 de octubre de 2012

ALÉM DESTA ALVORADA

ALÉM DESTA ALVORADA

Eu te amo além de toda esta alvorada
Que pinta em raras cores um céu claro.
Depois da bela noite enamorada
A lua se afastando em brilho raro.

Amar além de tudo e ser feliz
Deitando no teu corpo, meu prazer.
Eu tenho neste amor, belo matiz
Caleidoscópio lindo de viver.

Desejos se confundem: coxas, pernas,
Desnudos nossos corpos se invadindo.
As bocas mais audazes, porém ternas
De toda a timidez vão se despindo.

E temos Paraíso emoldurado
Num toque sem juízo, apaixonado...

MARCOS LOURES

No hay comentarios:

Publicar un comentario