lunes, 15 de octubre de 2012

ACREDITANDO NO AMOR

ACREDITANDO NO AMOR

Sou feio, mas bom gosto não me falta,
Por isso é casei com moça bela,
Olhando de mansinho da janela,
Vontade de chegar perto, me assalta.

O coração moleque, este peralta,
Pros sonhos e ilusões nunca deu trela,
Mas quando a realidade ali se atrela,
O velho sem querer já sobressalta...

Eu reconheço aqui minha feiúra,
Mas tendo quase a força de um miúra,
Quasimodo moderno, sim senhor...

Sabendo de Esmeralda, não desisto,
Por mais que seja horrendo, ainda insisto,
Acreditando sempre num amor...

MARCOS LOURES

No hay comentarios:

Publicar un comentario