lunes, 8 de octubre de 2012

A SORTE NOS TEUS BRAÇOS

A SORTE NOS TEUS BRAÇOS

Jamais eu deixaria de querer
Amor que imensidão assim promete
Vivendo esta magia, com prazer,
A sorte nos teus braços me arremete

Recebo o teu afago em belos versos,
Encantos e vontade amor eterno.
Por mais que nossos dias são diversos
Carinho que me mandas sempre terno.

Abraços e delírios, mar e praia
Meu Porto transformado em belo cais.
O vento que balança tua saia
Permite e quero ver cada vez mais...

Amar é receber em alegria
Bem mais que imaginei que poderia...

MARCOS LOURES

No hay comentarios:

Publicar un comentario